domingo, 1 de março de 2015

Nossa Democracia Permanece


Nos últimos dias temos passado por ameaças claras de golpe em nossa democracia. Essas ameaças vão de encontro ao projeto de construir um Brasil e uma América Latina democrática, libertária e desenvolvida. Desejam destruir o projeto de desenvolvimento nacional construído nos últimos anos. Manipulando uma massa da população que não tem clareza sobre suas posições políticas, uma oposição fraudulenta junto a uma mídia mentirosa tenta voltar ao poder de maneira mais espúria possível.

Para isso, usam de artifícios perigosos demais. Tentam mostrar incorruptibilidade denunciando os desvios da Petrobrás, buscando instalar uma crise econômica no país sem precedentes. Entretanto o governo assumiu a responsabilidade de colaborar de maneira enfática para que esse desvio de conduta, oriundo dos anos 80, venha finalmente acabar. O PSDB não deseja trabalhar para proteger a Petrobrás. Ainda bem que José Serra é claro no que deseja: É necessário privatizar a mesma. Ao José Serra e ao PSDB precisamos reafirmar que essa empresa continuará sendo uma empresa brasileira e pertencente ao estado.

Tentando interligar os assuntos econômicos, algumas pessoas frustradas com a derrota e sociólogos que sofrem de esquizofrenia crônica, buscam retirar a presidenta do poder através do artifício do Impeachment.  Cheio de pompas, organizam em seus escritórios e institutos maneiras que possam comprovar o envolvimento da presidência da república em corrupção. Até mesmo conseguem alegar motivos para o impeachment que não existem na Constituição Federal. Tudo é válido! Até usar um político cassado por corrupção como baluarte da ética. Algo parece estar muito estranho.

Um deputado, dado a defensor da moral e dos bons costumes, prometendo oposição a um governo que parece destruir a família em parceria com movimentos LGBT, em seu primeiro ato importante no congresso demonstra que não é tão moral assim, pois quando todos desejam reduzir custos do governo, ele simplesmente aumenta os custos e dizem que as mulheres dos parlamentares têm direito a passagens de avião. Para defender o seu ato imoral, ele esquece dos “bons costumes da família”, e reafirma que casais homoafetivos também são casais e tem direito as mesmas passagens. Parece-nos que a oposição não era tão moral e nem tão “família conservadora” como se dizia anteriormente. Afinal de contas, parece-nos que toda moral e todo bom costume tem um preço.

Finalmente, quando a oposição parecia desejar acabar com todos os casos de corrupção existentes no Brasil, se recusam simplesmente assinar uma CPI sobre o HSBC. Tem medo de quê? De investigar? Não deveriam ter medo. Afinal de contas, nunca vimos na história desse país pessoas tão éticas como vocês.

Portanto, não me arrependo do meu voto em Dilma Roussef. Estou consciente da construção política conseguida até hoje e dos avanços socais vivenciados. Permaneceremos firmes na luta pela transformação desse país. Jamais permitiremos que golpes venham a destruir a nossa democracia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como Lutar Pela Democracia?

Nos dias que antecederiam o afastamento da Presidenta Dilma Roussef de suas funções no Governo Federal, recordo que fomos até a Avenida...