domingo, 15 de março de 2015

15 de Março - Avaliações


Passados os momentos finais das manifestações desse domingo (15) é hora de fazermos as avaliações. Não me permitirei a fazer piadas desse momento, pois conheço alguns dos manifestantes e tenho consciência do espírito democrático deles. Não farei observações sobre classes participantes nesse momento. Deixo para outro dia.

Primeiramente, vamos aos números concretos. Houve em várias cidades brasileiras focos de manifestações. Alguns lugares com mais pessoas, outros com menos. O caso emblemático é São Paulo. Não havia 1 milhão de pessoas, mesmo com todo aparato do governo estadual a disposição e a força de meios de comunicação. Mas, segundo o instituto DataFolha participaram do momento 210 mil pessoas. Um número bastante relevante e expressivo. Em Fortaleza fiquemos com os números de 15 mil pessoas.

Segundo, não podemos negar um interesse clássico dos canais de comunicação por esse momento. Nunca um ato foi tão divulgado, coberto e analisado em tempo real pelos meios de comunicação, diga-se de passagem, a Rede Globo. Havia um interesse aberto em demonstrar toda a irritação dos manifestantes com o Governo Dilma.

A resposta do governo veio à noite. Entretanto, o que percebemos foi frustrante. Ministros despreparados para uma situação como a que se apresentou. Não foram firmes em suas respostas e não souberam passar com convicção quais são as ações do governo daqui para frente.

Diante de tudo isso, Dilma continuará sendo presidenta. Foi eleita democraticamente pela maioria dos eleitores. Não há espaços para golpes ou aventuras burguesas. Entretanto precisará mudar. Percebemos que fazer às coisas a maneira da “direita” não agrada. Tenho uma sugestão para a presidenta: Convide cada liderança responsável por esses atos no Brasil e solicite a pauta deles. Diálogo é fundamente nesse processo.

Outra sugestão, vamos fazer a reforma política completa. Somente dessa maneira teremos condições de diminuir a corrupção no país, que para a frustração de muitos não é uma invenção do PT. Finalmente, é hora da regulamentação da mídia. Não podemos aceitar que meios de comunicação, cujo seus donos estão envolvidos em casos de desvio de dinheiro, se prezem a ditar as regras políticas desse país. É necessário dar uma basta nisso!

Para Dilma todo apoio necessário nesse momento. Aqueles que votaram nela, e os brasileiros que se preocupam com este país, desejam um governo de muito sucesso. Se o governo vai bem, o povo também irá. Por isso, vamos realizar as transformações que ainda falta do nosso jeito, dentro dos princípios da esquerda. Nesse ponto, você poderá contar com o apoio irrestrito de todos nós.


*Sobre cartazes com pedidos de intervenção militar, críticas a Paulo Freire, comunismo... lamento que estas pessoas tenham atrapalhado o ato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como Lutar Pela Democracia?

Nos dias que antecederiam o afastamento da Presidenta Dilma Roussef de suas funções no Governo Federal, recordo que fomos até a Avenida...