terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

A Atuação do CONJUCE: É hora de Refletir!


Na última sexta-feira (31/01) aconteceu mais uma reunião do Conselho Estadual de Juventudes do Ceará. Na oportunidade foram eleitos novos integrantes para a mesa diretora do conselho. De antemão parabenizo a todos companheiros que democraticamente foram eleitos.

Entretanto, como um participante das reuniões do Conjuce, posso afirmar com toda a certeza e preocupação, que esse conselho não tem caminhado bem. Como representante de juventudes necessitamos agir com clareza e objetividade. O texto que encontrei nessa tarde no blog da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude não deixa transparecer todos os problemas que enfrentamos.

Primeiramente, o ano de 2013 foi um ano perdido. Não podemos mostrar as juventudes do Ceará algum produto que seja fruto de nossos encontros. Reuniões não aconteceram por falta de quórum e passamos um ano inteiro realizando um planejamento. O tal Sistema Estadual de Juventude, o Estatuto e outros pontos, ainda são desconhecidos pela maioria dos jovens do Estado e sua funcionalidade e real aprovação estão muito distantes. Mas sempre será o mês que vem.

Segundo, enquanto milhares de jovens morrem vítimas da violência no estado, este conselho demonstrou-se ineficaz na discussão sobre a temática e na proposição de ações que viessem contribuir com a diminuição das mortes de milhares de adolescentes e jovens. Por vezes, trouxe comigo denuncias gravíssimas de práticas violentas contras as juventudes e em silêncio ficou o conselho. Afinal de contas que jovens representamos?

E um terceiro ponto, e fundamental nisso tudo, o atual presidente afirmou que é meta “ampliar a participação e democratizar ainda mais o conselho e suas decisões”. Cabe-nos perguntar quem realmente participa do conselho? Que decisões vão ser democratizadas? Vejo a sociedade civil muito distante do conselho, talvez representada por duas ou três instituições que acabam sucumbidas por acordos políticos que na prática não atendem os anseios dessas juventudes que tem sido dizimada pela violência, opressão e preconceito. Só tenho duas certezas: Precisamos renovar e necessitamos urgentemente que as juventudes desse estado sejam mais presentes nesse espaço político. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como Lutar Pela Democracia?

Nos dias que antecederiam o afastamento da Presidenta Dilma Roussef de suas funções no Governo Federal, recordo que fomos até a Avenida...