segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Liberdade, Causa e Conseqüência do Desenvolvimento




Escolhi por título desse texto a afirmação do Prêmio Nobel de Economia, o indiano Amartya Sen, que em sua obra afirma que a “a liberdade precisa ser vista como causa e conseqüência do desenvolvimento”. Hoje, baseado no autor citado, falaremos um pouco sobre o conceito de desenvolvimento sobre uma nova ótica.

Nunca foi fácil encontrarmos uma afirmação unânime sobre o conceito de desenvolvimento, mas podemos afirmar que até poucos anos atrás ele era entendido como sinônimo de crescimento econômico. Portanto, determinada nação era considerada desenvolvida se apresentava altas taxas de crescimento em sua economia, colocando em segundo plano, outros dados como educação, pobreza, segurança. O conceito econômico é relativizado por Sen, pois ele entende que o desenvolvimento deve estar relacionado, sobretudo, com a melhora da qualidade de vida que levamos e das liberdades que desfrutamos.

Portanto, uma nação ou povo pode estar relacionado entre os mais ricos do mundo, mas se não oferecer as liberdades necessárias para um desenvolvimento completo do ser humano, ela não pode ser considera desenvolvida. As principais formas de privação de liberdades que uma pessoa pode ser submetida é negá-la acesso aos serviços de saúde, saneamento básico, educação funcional e segurança econômica social. E quando falamos em privação de liberdades não podemos deixar de mencionar as liberdades dos direitos políticos e civis básicos. Em resumo, podemos dizer que uma sociedade é desenvolvida se cada membro dela desfruta da liberdade para fazer as coisas que são justamente mais valorizadas e pode ser livre para melhorar o seu potencial de cuidar se si mesma e influenciar a sociedade em que vive.

Essas afirmações levam-nos a algumas reflexões sobre a liberdade e o desenvolvimento que estamos vivendo em nossa sociedade brasileira. Hoje somos um país com uma economia robusta, elogiada por todo o mundo, entretanto precisamos ter um olhar crítico com relação a esse dado econômico. É necessário não somente olhar para os recursos e rendas das pessoas, mas principalmente como elas têm vivido. Algumas perguntas caberiam aqui: todos têm acesso à educação de qualidade e desfrutam de um sistema de ensino que potencialize suas capacidades individuais? O saneamento básico pode ser encontrado nas comunidades mais pobres de nosso país? Temos liberdade de escolha de emprego? Todos têm a liberdade de viver até idades mais avançadas, tendo todos os seus direitos garantidos?

Sei que existem milhares de outras perguntas a serem feitas quando olhamos para nossas comunidades. Eu mesmo quando escrevia cada questionamento desses me reportava a uma situação onde esses direitos nunca foram respeitados. E você o que me diz sobre o desenvolvimento de sua comunidade? Que liberdades não têm sido respeitadas? E você desfruta da liberdade para fazer as coisas que são justamente mais valorizadas na sua sociedade?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como Lutar Pela Democracia?

Nos dias que antecederiam o afastamento da Presidenta Dilma Roussef de suas funções no Governo Federal, recordo que fomos até a Avenida...